Itaipu quer ampliar o Cultivando Água Boa para os 54 municípios do Oeste do Paraná

//Itaipu quer ampliar o Cultivando Água Boa para os 54 municípios do Oeste do Paraná

Itaipu quer ampliar o Cultivando Água Boa para os 54 municípios do Oeste do Paraná

O Cultivando Água Boa (CAB), um dos programas socioambientais âncoras da Itaipu, deverá ser estendido aos 54 municípios da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop) e fortalecido nas 29 cidades da Bacia Hidrográfica do Paraná 3 (BP3), onde já é posto em prática. Nesta nova reconfiguração, Foz do Iguaçu, sede da hidrelétrica no Brasil, receberá também atenção especial. O anúncio foi feito na semana passada, pela diretoria da Itaipu, durante visita à BP3.

Nesta semana, representantes da Diretoria de Coordenação iniciam uma série de reuniões de alinhamentos e fortalecimento dos comitês gestores com a participação dos municípios que integram o CAB, já que dos atuais 29, 23 estão com novos prefeitos. A ideia é fortalecer os comitês e, com ajuda do Conselho dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu, dar início à fase de construção dos planos de ações do Projeto Encontros e Caminhos, marcado para setembro, em toda a região.

O assistente e o assessor do diretor de Coordenação de Itaipu, Gilmar Secco e Sérgio Paulo de Oliveira, o Professor Sérgio, representarão a Itaipu nas conversas com os comitês.

Expedição

Encontros e Caminhos é uma iniciativa inspirada numa expedição que levou o mesmo nome, em 2013. Durante oito dias, parceiros do programa percorreram o Rio São Francisco Verdadeiro, entre Cascavel e o reservatório da Itaipu, passando por cinco municípios. Em 2014, o projeto foi expandido.

A expedição, que tem sua programação construída coletivamente com as comunidades e lideranças da região, promove a revisitação das ações do Cultivando Água Boa. Nesse percurso, o Encontros e Caminhos contribui para fortalecer a identidade regional e o sentimento de pertencimento ao território da BP3 em seus aspectos culturais, sociais e ambientais. Também incentiva a valorização da atividade rural, da agricultura familiar e da importância da sustentabilidade nas cadeias produtivas do campo.

CAB

Reconhecido com o prêmio ONU Água, o Cultivando Água Boa atua nas microbacias, para recuperar mananciais e, com isso, beneficiar o meio ambiente como um todo. O CAB é uma soma de dezenas de programas e ações, desenvolvidos com milhares de parceiros, para a resolução de passivos ambientais nas microbacias conectadas com o Lago de Itaipu.

O objetivo é não apenas assegurar a qualidade da água para a geração de energia, mas para os usos múltiplos, como abastecimento, pesca, turismo e atividades agropecuárias. O CAB se expandiu, mas mantém foco nos arranjos locais. Hoje, está replicado em diversos lugares do mundo.

Visita

O diretor-geral brasileiro da Itaipu, Luiz Fernando Vianna, e o diretor de Coordenação, Hélio Gilberto Amaral, participaram, na terça (11) e quarta-feira (12), de uma visita técnica a projetos desenvolvidos pela binacional na BP3. Também participaram da visita o diretor-superintendente da Fundação Parque Tecnológico Itaipu (FPTI), Ramiro Wahrhaftig; o superintendente de Obras e Desenvolvimento (OD.CD) de Itaipu, Newton Luiz Kaminski; e o superintendente de Energias Renováveis (ER.GB), Paulo Afonso Schmidt.

O grupo sobrevoou áreas como o Canal da Piracema e o Refúgio Biológico Bela Vista (RBV), em Foz do Iguaçu; a faixa de proteção da mata ciliar e a aldeia indígena Tekohá Ocoy, em São Miguel do Iguaçu; a granja Haacke, em Santa Helena; a aldeia Tekohá Añetete, em Diamante do Oeste; o corredor da biodiversidade, que liga o Parque Nacional do Iguaçu à faixa de proteção do reservatório – entre outras.

A programação incluiu reuniões na prefeitura de Entre Rios do Oeste e visitas a aldeias e propriedades rurais – como o sítio de Luis Arruda, em São Miguel do Iguaçu, exemplo de produção orgânica na região.

Com a visita, foi possível ter uma visão geral dos projetos desenvolvidos na região e conhecer um pouco mais sobre as ações programadas para os anos de 2018 e 2019. Fazem parte dessa lista as iniciativas ligadas ao reservatório de Itaipu, como o monitoramento de peixes, a produção em tanques-rede, a recomposição da mata ciliar e a gestão por bacia hidrográfica.

2017-08-03T19:07:56+00:00 agosto 4th, 2017|Categories: Últimas|0 Comments

This Is A Custom Widget

This Sliding Bar can be switched on or off in theme options, and can take any widget you throw at it or even fill it with your custom HTML Code. Its perfect for grabbing the attention of your viewers. Choose between 1, 2, 3 or 4 columns, set the background color, widget divider color, activate transparency, a top border or fully disable it on desktop and mobile.

This Is A Custom Widget

This Sliding Bar can be switched on or off in theme options, and can take any widget you throw at it or even fill it with your custom HTML Code. Its perfect for grabbing the attention of your viewers. Choose between 1, 2, 3 or 4 columns, set the background color, widget divider color, activate transparency, a top border or fully disable it on desktop and mobile.